REVIEW | CATRICE PRIME AND FINE EYESHADOW BASE

dezembro 06, 2018
catrice prime and fine eyeshadow base c/o notino
Sou o género de rapariga que opta sempre por uma maquilhagem super simples, principalmente no dia-a-dia, no entanto, há uns meses, comecei a elaborar um pouco mais a minha maquilhagem e a aplicar um pouco de sombra diariamente. Sinto que dá outro ar ao look, mesmo que utilize apenas uma sombra em tons terra. Por essa razão, e por ter a pele muito oleosa, decidi que tinha que investir num primer de sombras. Na altura, a minha escolha foi o prime and fine eyeshadow base da catrice, que encontrei na Notino, a um preço super acessível. Passados alguns meses a utilizar o produto quase diariamente, decidi partilhar a minha opinião convosco. É previsível, uma vez que o continuo a utilizar. Gosto imenso deste produto, não apenas por ter um aplicador que torna a aplicação mais fácil, mas, principalmente, por fazer com que até as sombras de marcas mais acessíveis durem o dia quase todo. Obviamente, a duração da sombra na pálpebra não depende apenas do primer mas, também, da sombra em si. No entanto, ele, pelo menos comigo, funciona super bem com qualquer tipo de sombra. Sem dúvida que este produto faz diferença na minha rotina. Se, por acaso, aplicar a sombra e me esquecer do primer, noto logo que a duração - e até a própria pigmentação - da sombra é menos. Este produto ronda os quatro/cinco euros, sendo super acessível. Digam-me se já experimentaram e, se sim, qual é a vossa opinião! xx 

FAVORITOS DE NOVEMBRO'18

dezembro 02, 2018
all from notino
Segundo dia de dezembro. Estamos no último mês do ano. Está na altura de pensarmos em tudo o que nos aconteceu, em tudo o que fizemos, em tudo o que passou, e fazer uma retrospectiva. Hoje podia trazer-vos um post com inspirações ou, até, com alguns pensamentos acerca deste ano que está a terminar. No entanto, prefiro deixar esse post para mais tarde e, hoje, partilhar convosco algo mais supérfluo: os meus favoritos de beleza, especialmente os do mês que passou - novembro. De modo a haver algum coerência, começou por falar-vos acerca do produto de pele que mais tenho gostado: o gel de limpeza da Avene. Tal como vos disse aqui, adotei uma nova rotina de pele no final do verão e tenho adorado. Este é um dos produtos que utilizo, pois, como tenho pele oleosa, preciso de mais cuidados. Em relação a maquilhagem, e no seguimento de ter pele oleosa, tenho optado por utilizar um primer, sempre que me maquilho. Quando estava a ver o que havia na notino, encontrei um primer de uma marca, que confesso que não conhecia, e pareceu-me super bem. O produto de que falo é o primer no pores da lirene. Já o utilizo há mais de dois meses e adoro, faz imensa diferença na minha maquilhagem, apesar de optar sempre por algo simples. Se já me conhecem, sabem que não dispenso uma boa máscara de pestanas, até no dia-a-dia! Assim, experimentei mais uma - a rock couture lifestyle proof da catrice - e adorei. Esta máscara dá imenso volume às pestanas e é à prova de água. Por fim, tenho que vos falar acerca do meu life saver dos bad hair days. O meu cabelo tem estado mais oleoso do que é normal, por isso, tenho recorrido imenso ao uso do champô seco e, claro, a minha escolha é sempre a batiste. Neste momento, o que ando a utilizar é o floral e adoro, o cheiro é super bom e faz realmente o que promete: deixar o cabelo menos oleoso e com um ar mais limpo. Estes foram os meus quatro favoritos de novembro, pelo menos os que achei que devia partilhar. Digam-me se já experimentaram algum destes produtos e, se sim, qual a vossa opinião! xx  

REVIEW | CATRICE HD LIQUID COVERAGE FOUNDATION & LIQUID CAMOUFLAGE CONCEALER

novembro 28, 2018
all from c/o notino
Beauty is being comfortable in your own skin.  Por isso, hoje mostro-vos os dois produtos que utilizo para me sentir mais confortável no dia-a-dia. Sou da opinião de que as marcas mais acessíveis também têm bons produtos, por isso, sempre que posso, dou uma oportunidade. Depois de ter ouvido mil e uma coisas boas relativamente aos produtos de pele da catrice, decidi experimentar; e, adivinhem: estou rendida! Tenho utilizado base e corretor na maioria dos dias, principalmente quando tenho aulas ou quando me quero sentir mais arranjada. Assim, as minhas escolhas são a base HD liquid coverage foundation e o corretor liquid camouflage concealer. Juntos, fazem um ótimo trabalho. No entanto, quando não sinto necessidade de aplicar base, aplico apenas um pouco de corretor nalgumas zonas específicas e também adoro o resultado. Ambos os produtos têm boa cobertura, boa duração e não sinto que oxidem. A relação qualidade/preço é ótima, visto que por pouco mais de dez euros, conseguem adquirir os dois produtos. Na notino encontram-nos à venda e muitas vezes em promoção, aproveitem. Espero que tenham gostado! xx  

WHAT? I'M VEGGIE?

abril 14, 2018

Sinto que me tenho focado demasiado em escrever sobre moda e beleza. Tenho deixado os posts sobre lifestyle um pouco de lado. Por essa razão, quis partilhar convosco algo que penso não saberem sobre mim. Sim, sou vegetariana. 
Confesso que nunca dei muita importância à minha alimentação - completamente errado, eu sei -, não era a pessoa mais saudável e não me preocupava com os efeitos que a minha alimentação iria ter a longo prazo. Mas um dia isso mudou. É normal, numa determinada fase da nossa vida, crescermos de repente - física e psicologicamente - e mudarmos nalguns aspetos. Acontece que, no meu caso, entre os quinze e os dezoito anos, engordei consideravelmente. Nesta fase, comecei a sentir-me mal comigo própria e a fazer coisas muito erradas. Mas isto é assunto para outro dia. Hoje quero falar-vos sobre vegetarianismo.
Tal como a maioria das pessoas que seguem este tipo de alimentação, comecei por ver vários documentários que me chocaram. Eu já tinha noção de que a industria alimentícia era muito cruel, no entanto, nunca tinha tido coragem de ver com os meus próprios olhos tudo aquilo que acontece até determinado produto chegar até nós. Comecei a ver documentários em 2016. Nessa altura considerei reduzir o consumo de carne e produtos de origem animal no geral, mas, como vivia com os meus pais, foi complicado. Em minha casa, por norma, come-se peixe uma vez por semana e carne nos restantes dias. Desisti da ideia cerca de dois meses depois.
Por alguma razão, os documentários continuaram a chegar até mim. Continuei a ver. A ideia de me tornar vegetariana voltou. Fiz imensas pesquisas: vantagens, desvantagens, como substituir a carne, receitas, entre outras. E assim foi, em junho de 2017 parei de consumir carne. Mais tarde, em novembro, parei de consumir peixe e, em meados de dezembro, parei de beber leite - no entanto, ainda consumo derivados.
Confesso que o que mais me custou foi, sem dúvida, parar de beber leite. O leite fazia parte da minha alimentação diária e era algo que me satisfazia, mas depois de ter visto alguns documentários e de ter lido algures que este apenas piorava o acne - tal como já vos disse, sofro de acne há quase dez anos -, decidi parar. Por vezes, ainda sinto vontade de beber leite com chocolate e não vou negar que o faço. Uma das coisas mais importantes para continuar saudável é parar o consumo aos poucos por isso, se o meu corpo pedir algum alimento e eu sentir que devo, vou dar-lho. Foi o que aconteceu na quinta-feira passada: pela primeira vez em cerca de quatro meses, bebi leite. O meu corpo pediu e eu dei. No entanto, depois senti-me estranha e até um pouco maldisposta.
Relativamente à carne, não foi muito difícil parar de consumir. Ao inicio os meus pais não lidaram muito bem com a ideia, mas depois foram-se habituando. Comecei a cozinhar mais, a preparar as minhas próprias refeições e, literalmente, a inventar. Não sinto falta de comer carne e, sinceramente, neste momento já me faria imensa confusão. O peixe foi o que menos me custou parar de consumir, visto que era algo pouco presente na minha alimentação.
Notei melhorias na minha saúde, sinto-me mais saudável e menos culpada em relação a certos problemas ambientais. É algo que quero levar a sério e continuar enquanto conseguir. Não posso dizer que vou ser vegetariana para o resto da vida ou que me vou tornar vegan, se algo maior me "obrigar" voltarei a consumir carne - mas não está nos meus planos!.
Achei interessante partilhar esta mudança convosco e, caso queiram saber mais, podem dizer nos comentários que farei mais posts em relação ao assunto. Espero que tenham gostado! xx 

REVIEW | I ♥ MAKEUP CHOCOLATE VICE MAKEUP REVOLUTION

abril 02, 2018
makeup revolution I ♥ makeup chocolate vice 
Numa das minhas últimas encomendas na Notino, escolhi uma paleta nova, a chocolate vice da makeup revolution! Como é habitual na marca, esta paleta é inspirada nas paletas da Too Faced, as chocolate bar, a um preço bem mais acessível. O packging é super bonito, representa uma barra de chocolate a derreter, e é muito resistente. É compacta mas, mesmo assim, é composta por dezasseis tons - alguns mate, outros com algum brilho. Adoro, principalmente, os tons rosados e os dourados! As sombras, algumas delas, esfarelam um bocadinho mas nada que me incomode. A pigmentação é super boa e são todas muito fáceis de esfumar. Já fiz várias maquilhagens diferentes com esta paleta, para várias ocasiões e, apesar de ter cores mais chamativas, dá perfeitamente para fazer maquilhagens de dia a dia. No geral, é uma paleta muito boa e acho, sinceramente, que é uma excelente opção para quem não tem possibilidade de adquiri maquilhagem tão cara  - ou, simplesmente, não quer. Acho ótimo existirem estas marcas que têm produtos idênticos aos de marcas mais caras, mas a preços muito mais acessíveis. É uma marca que vos recomendo e, se procurarem na Notino, encontram imensos produtos! Espero que tenham gostado! xx 

REVIEW | NYX MOSAIC POWDER

março 21, 2018
nyx mosaic powder - 02 latte
Devido a todos os problemas de pele que tenho, comecei a ter ainda mais gosto pela maquilhagem e a usá-la quase diariamente. Algo que tenho utilizado cada vez mais é bronzer. Há uns meses, só aplicava um pouco de bronzer se fizesse uma maquilhagem um pouco mais elaborada, no entanto, agora, costumo aplicar um pouco deste produto sempre que me maquilho, para dar um pouco mais de cor ao meu rosto. Há uns tempos, quando procurava novos produtos na Notino, encontrei o um pó compacto em mosaico, da NYX, com um tom acastanhado muito bonito. Decidi encomendá-lo para testar e agora sinto que tenho uma opinião formada acerca do mesmo. Na realidade, este produto é considerado um blush mas, como tem um tom castanho, utilizo-o para dar um pouco de cor na zona do contorno. Depois de aplicado, fica com uma cor super suave e tem uma ótima duração. A relação qualidade/preço é muito boa. Sem dúvida que é um produto que vos recomendo! Espero que tenham gostado da review! xx 

CRUELTY FREE MAKEUP BRANDS

fevereiro 18, 2018
Há cerca de dois anos, comecei a ter mais consciência em relação a certos assuntos. Comecei a fazer pesquisas, a ver documentários e a minha vontade de mudar aumentou. Compro maquilhagem há quase seis anos mas nunca liguei às marcas - tanto comprava marcas mais baratas como marcas mais caras. Nunca quis saber se a marca testava em animais, se os produtos eram adequados ao meu tipo de pele, entre outros. Comecei a ser mais seletiva há cerca de dois anos e, desde aí, que a minha vontade de comprar apenas produtos de marcas Cruelty Free é maior. Não me desapeguei dos produtos que tenho mas tento comprar cada vez menos marcas que testem em animais - o meu objetivo é mesmo deixar de compactuar com as políticas das marcas. Assim sendo, decidi partilhar convosco uma lista de marcas que gosto e que costumo comprar, de modo a conseguir bons produtos sem causar sofrimento animal. São todas marcas acessíveis, com ótima qualidade e algumas delas estão disponíveis online na Notino - por exemplo, a BareMinerals, a Gosh e a Catrice. Digam-me a vossa opinão em relação às marcas cruelty free! Espero que tenham gostado! xx 

ALL ABOUT MY TATTOOS

fevereiro 04, 2018
حب نفسك means ‘love yourself’
 and I tattooed it because unfortunately we live in an era where we still need
 to remind ourselves that we are unique and enough everyday ✨
The moon is a liar! 
An arrow can only be released by first pulling it back.
When life pulls you back, it simply means you're launching into something amazing. 
Muitos de vocês não sabem mas, eu tenho três tatuagens! Na realidade, duas delas foram feitas este mês mas fiz a primeira no verão passado. Hoje decidi mostrar-vos e partilhar tudo convosco: o porquê, o sítio escolhido, o significado, a dor e também o local onde fui fazer.
Comecei a gostar de tatuagens há cerca de cinco anos mas não pensei que iria fazer uma tão nova. Gosto de tatuagens minimalistas e quero ter muitas espalhadas pelo corpo, todas pequeninas com um grande significado para mim. Defendo que devemos pensar muito bem, em várias coisas, antes de fazermos alguma, pois é algo que fica no nosso corpo para sempre - apesar de já existir a possibilidade de retirar a laser. Ainda assim, também penso que devemos fazer algo que faça sentido para nós, mesmo que não faça sentido para as outras pessoas. Por vezes, perguntam-me se não tenho medo de me arrepender de alguma tatuagem daqui a uns anos e a resposta é sempre não. Daqui a uns anos as minhas tatuagens podem já não fazer sentido para mim mas vão sempre lembrar-me de algo que me marcou e do motivo pelo qual as tatuei. O importante é nós gostarmos.
Fiz a minha primeira tatuagem no verão passado, ainda com 18 anos, e foi precisamente esse facto que quis marcar no meu corpo. O ano passado não foi um ano fácil para mim, no entanto, teve algumas coisas boas: tinha 18 anos, carta de condução e o secundário acabado. A meia lua em quarto crescente significa que uma fase da minha vida tinha acabado, estava pronta para algo novo. Era independente. Decidi fazê-la no pulso porque queria algo discreto e porque é dos sítios em que acho que fica mais elegante. Relativamente à dor, posso dizer-vos que de 0-10 me doeu 2! Faz uma pequena impressão mas não chega a ser dor, é completamente suportável. Quando decidi fazer a tatuagem, comecei a procurar sítios na minha zona onde pudesse fazer e acabei por fazer com a Mariana. Duas amigas minhas tinham feito tatuagens com ela e aconselharam-me a experimentar. Ela tem um pequeno estúdio em casa e, por isso, o preço é mais baixo. Paguei 25 euros quando tatuei a meia lua.
Entretanto, com o passar do tempo, comecei a ver mais inspirações no Pinterest e o bichinho das tatuagens cresceu. A vontade de fazer mais aumentou ainda mais, deixei passar algum tempo mas voltei a contactar a Mariana. Infelizmente, os nossos horários não eram compatíveis - visto que ambas estamos em cidades diferentes devido aos estudos - e comecei a procurar estúdios em Faro. Vi vários e contactei para perguntar preços. Em janeiro encontrei o Art Shape Tattoo & Piercing e decidi contactar. Falámos e combinámos tudo. No dia 1 de fevereiro fiz as minhas duas tatuagens mais recentes: a quote e a seta. A quote significa love yourself e está escrita em árabe. É algo que para mim faz sentido, devido a todas as minhas paranóias e complexos. Sempre tive dificuldade em aceitar o meu corpo, tendo chegado a fazer coisas horríveis (enfim, outros assuntos que nada têm a ver!), por isso, achei que era algo que devia marcar no meu corpo um pouco como forma de motivação para melhorar o que não gosto de forma mais saudável. Escolhi tatuar no ante-braço porque queria que estivesse num sitio visível para mim, para nunca mais pensar em desistir de mim. A seta tem um significado diferente e, talvez, um pouco mais cliché. Ainda assim, achei-a super minimalista e quis marcar mais uma etapa da minha vida no meu corpo. Sempre quis ir para a Universidade mas nunca soube se iria. Assim que soube os resultados das colocações, tive a certeza de que esta seria a próxima tatuagem a fazer! Uma simples seta. No pé direito. E muitas aventuras pela frente. Para mim, esta seta significa que tenho sempre que seguir em frente, começar tudo com o pé direito, traçar pequenos objetivos e cumpri-los para alcançar sonhos. É uma espécie de motivação, também. É olhar para baixo, saber que tenho algo no corpo que me dá força e me lembra de que consegui ultrapassar tudo até hoje. Daqui em diante, só tenho que seguir em frente! E vocês também, sempre! A nível de dor, posso dizer com certeza que a tatuagem no pé me custou menos. Talvez por ser apenas um traço fino, não sei, mas a que mais me incomodou a fazer foi no ante-braço. De 0-10, daria 2 à do pé e 4/5 à do ante-braço! Os preços pareceram-me bem - paguei 70 euros pelas duas. É normal ter sido um pouco mais caro, uma vez que fiz as tatuagens num estúdio.
O serviço foi ótimo em ambos os sítios, gostei imenso e não estava nada nervosa! Correu tudo super bem. Segui os conselhos da Mariana para ajudar na cicatrização e agora usei o mesmo método. Passaram alguns dias e penso que a cicatrização está a correr bem. Sem dúvida que, daqui a um tempo, vou fazer mais. Realmente, é mesmo verdade quando dizem que tatuar vicia! Espero que tenham gostado, qualquer dúvida podem deixar nos comentários! xx 

FAVORITOS DO MOMENTO I

janeiro 10, 2018

Devido aos meus problemas de pele - sofro de acne há anos - tornei-me numa apaixonada da beleza e, por conseguinte, numa apaixonada da maquilhagem. Tento ter vários cuidados com a minha pele, escolhendo bons produtos de beleza e usando maquilhagem que não prejudique o meu problema. Talvez tenha começado a pensar na minha pele tarde demais e agora esteja a sofrer as consequências, no entanto, tenho visto melhorias. Hoje partilho, então, alguns produtos dos quais tenho andado a gostar! 
Começando pelos produtos de pele, mais direcionados para o cuidado diário, tenho adorado utilizar este esfoliante da Bionten que me tem ajudado imenso. Devido ao stress do final de semestre, a minha pele piorou imenso, pelo que tive que introduzir um produto mais abrasivo na minha rotina diária. A escolha foi este esfoliante, que utilizo todos os dias quando retiro a minha maquilhagem. Pelo que sei, a marca é cruelty-free, ou seja, mais uma razão para adorar este produto. O outro produto que tenho usado diariamente e me tem ajudado muito é o creme hidratante da The Body Shop, da linha Tea Tree. Ele tem como objetivo minimizar os poros e matificar a nossa pele e, além de ter um cheirinho agradável, pelo menos comigo, resulta super bem. A The Body Shop é das marcas que mais gosto, devido à qualidade dos produtos e ao facto de ser cruelty-free. Se também defendem esta causa e são contra os testes em animais, podem assinar a petição da marca, a #ForeverAgainstAnimalTesting - aqui.
Relativamente a maquilhagem, tenho para partilhar convosco três produtos: o  Liquid Camouflage Concealer da Catrice, a Better Than Sex da Too Faced e o Magix Prime and Set Spray da Avon. Estes são os produtos que não dispenso sempre que uso maquilhagem e, no final do semestre, salvaram a minha vida. Andava cansada, comia mal, dormia pouco... tudo isso alterou o estado da minha pele e, mesmo tendo aumentado os cuidados, também senti necessidade de recorrer à maquilhagem. Por norma, uso maquilhagem todos os dias para as aulas mas nestes dias apenas tinha tempo/paciência para aplicar um pouco de corretor nas olheiras - recorri sempre ao meu favorito da Catrice, devido à boa cobertura -, uma máscara de pestanas para dar um ar mais acordado - a Better Than Sex esteve sempre comigo - e, por fim, costumava aplicar um spray fixador depois do pó compacto, para que o corretor e o pó se mantivessem na minha pele as horas que precisasse - e acreditem que eram muitas! 
Para quem tiver interesse, podem encontrar alguns destes produtos na Notino. Nomeadamente,  Liquid Camouflage Concealer da Catrice - aqui - o Magix Prime and Set Spray da Avon - aqui.
Este foram os produtos que mais me ajudaram nos últimos tempos e, por isso, tinha que falar sobre todos eles. Neste momento, estou de férias da Universidade e decidi dar algum descanso à minha pele. Apenas tenho aplicado máscara de pestanas e tem sido muito raro. Acrescentei alguns produtos à minha rotina e deixei a maquilhagem um pouco de lado, em breve fala-vos sobre isso! xx 

3 YEAR'S BLOGGING!

janeiro 02, 2018
via @pinterest
Happy new year babes, já estamos e2 0 1 8 ✨ Este é o primeiro post do novo ano e não podia deixar de ser tão importante: hoje estamos de parabéns - sim, eu, o blog e vocês! - há três anos nasceu o Classic Vogue e este carinho que tenho por todos vocês. Foram três anos de altos e baixos, três anos de meses cheios de novidades e de meses de completa ausência, três anos de partilhas, três anos de paixão. Este blog não é mais um hobbie. Cada vez mais sinto que o blog faz parte da minha vida, que há algo que me faz sempre voltar, que por alguma razão nunca desisto totalmente disto. Criei o meu primeiro blog em 2012, por brincadeira, depois contei a uma amiga e ela começou a escrever comigo. Mas ficou por ai, foi uma mera brincadeira. A ideia não desapareceu, este bichinho nasceu em mim e cresceu cada vez mais. Seis anos depois, continuo aqui. Não me digam que é por acaso, acredito que há algo que me faz continuar a tentar crescer neste mundo e, por isso, 2018 vai ser o ano. Cresci imenso, tornei-me mais madura, mais independente. Sinto que agora vou conseguir. Sinto-me uma mulher determinada, sei o que quero e sei que, se fiz por isso, vou alcançar os meus objetivos. Com o início deste novo ano, vem também o início de uma nova fase no blog e na minha vida. Decidi motivar-me a mim mesma, tornar o blog mais profissional e tentar chegar a mais pessoas, por isso, comprei o meu próprio domínio. Foi uma decisão pensada mas arriscada, visto que tenho poucos seguidores e não tenho grande reconhecimento. No entanto, foi por mim que o fiz e sinto que isso me vai ajudar a melhorar. Espero que este seja realmente o ano, o ano em que tudo melhora para todos nós! Tenho muitos desejos para 2018, muitas coisas que quero fazer e alcançar. Obrigada a todos pelo carinho que têm por mim, o blog não evoluía se eu estivesse aqui sozinha. Todos vocês fazem parte deste meu projeto, love you all! xx 

Popular Posts

@mariisafranco